Monday, October 8, 2012

#555


(image by Ross D. Callahan)

Eventualmente
nossas escolhas vão nos separar
- você diz.

"Você precisa da promessa segura da margem
eu preciso do fluxo do rio."

Eventualmente
nossas escolhas vão nos aproximar
- eu digo.

"Esse coração é a tua casa, 
você voltará ao início."

eventually
our choices will bring us apart
- you say.

"you need the safe promise of the banks
I need the flow of the river."

eventually
our choices will bring us together
- I say.

"You'll go back to the start,
this heart is your  home."

7 comments:

  1. Profundamente lindo!
    O que sua alma grita,
    meus ouvidos, meninos,
    escutam como pacífica canção!

    ReplyDelete
  2. So pensive and beautiful. How can there be banks where there is no river, and how a river without banks?

    ReplyDelete
  3. "You'll say, the world has come between us,
    Our lives have come between us,
    Still I know you just don't care." Deep Blue Something.

    Pensei enquanto lia.

    ReplyDelete
  4. Invariavelmente a poesia acontece! Bjs!

    ReplyDelete
  5. Olá!!!!
    Gostei de tudo o que vi aqui: textos, imagens... Aliás, você escreve muito bem!
    Voltarei sempre!!!
    Beijinhos!!!!

    ReplyDelete
  6. Amiga adorei ter passado pelo teu blogue adorei tudo nele beijos e força amiga

    ReplyDelete

Deixe suas linhas tortas │Leave your crooked lines│